4.08.2013

Pão sem glúten de trigo sarraceno


Tenho apresentado por aqui algumas receitas de pão, mas nunca tinha feito nenhuma completamente sem glúten. Já tinha feito um de farinha de espelta, que na grande maioria dos casos é bem tolerada pelos doentes celíacos, mas algumas pessoas, e sobretudo as crianças, devem evitá-la porque pode provocar reacção.
Quem segue um regime sem glúten sabe bem a dificuldade que é deixarmos o pãozinho a que estamos habituados e passarmos a comer outros que na grande maioria das vezes não têm grande piada.
Hoje em dia as coisas já estão mais facilitadas, há mais opções, mais farinhas disponíveis  mais marcas a comercializarem produtos sem glúten, mas há uns anos atrás as coisas não eram assim.
Tínhamos dificuldade em encontrar alimentos sem glúten e o que havia era muito caro, ou então se queríamos algo diferente tínhamos que mandar vir de fora.  Ou seja, com o pouco que havia tínhamos que tentar fazer pão, bolos, bolachas, que se aproximassem minimamente ao que estávamos habituados.
Para mim o pão sempre foi o mais difícil  O glúten faz muita falta na padaria, e a sua ausência não permite que os pães fiquem com a textura que tanto gostamos.
Experimentei várias receitas, umas gostei outras nem por isso. Umas eram boas na hora em que o pão saía do forno e depois perdiam a graça, outras pareciam mais um bolo que um pão.
Continuo a experimentar, a criar, e um dia ainda hei-de encontrar um pão sem glúten que me satisfaça completamente. Entretanto deixo-vos esta receita, umas das melhores que já fiz.



Apesar do nome poder enganar, o trigo-sarraceno ou trigo mourisco não contem glúten uma vez que na realidade não é um grão mas sim uma semente, tornando-o seguro para pessoas que o queiram evitar. 
Não o usamos muito cá em Portugal, mas tenho a certeza que quem frequenta restaurantes japoneses já deve ter visto na ementa "soba noodles", ou seja, uma espécie de esparguete feita com farinha de trigo sarraceno. Não posso também deixar passar a informação de que é bastante rico em magnésio e em bioflavonóides como a rutina.

Este pão, feito com uma parte de farinha de trigo sarraceno, resultou bastante bem, com uma boa textura, mesmo depois de frio, devo dizer que agradou a todos, mesmo a quem não tem necessidade de evitar o glúten. De manhã, torradinho com manteiga ou compota é uma delícia.



Pão de trigo sarraceno sem glúten

1 chávena de chá de mistura de farinha sem glúten para pão
1 chávena de farinha de trigo sarraceno
3 colheres de chá de fermento sem glúten
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de açúcar ou geleia de agave
1 ovo
1 chávena de leite de soja ou arroz
1/2 chávena de óleo
sementes q.b.

Pré-aqueça o forno a 180º.
Prepare uma forma de bolo inglês com cerca de 20 cm.
Numa tigela misture os ingredientes secos: as farinhas, o sal, o fermento e o açúcar.
Bata o ovo com um garfo e junte-o no preparado das farinhas. Junte o óleo e o leite.
Bata com a batedeira.
Coloque na forma , alise a superfície e salpique com sementes.
Leve ao forno cerca de 40 minutos, até estar cozido.
Coloque a arrefecer numa rede antes de partir.

Bom apetite!


37 comentários:

  1. Sara, já experimentaste fazer pão com milho ou com farinha de batata?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já sim, já fiz várias experiências, umas melhores q outras, tenho q colocar aqui as melhores.

      bjinhos

      Eliminar
  2. Parece bem delicioso :) Ficou com um óptimo aspecto :D

    Beijinhos e tem uma óptima semana! :D

    ResponderEliminar
  3. Parece-me muito bem! Muito informativo este teu post, parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Gila,

      q bom q gostaste, espero q tenha sido útil

      bj

      Eliminar
  4. Sara, que maravilha de pao!! ficou com um aspeto excelente!!!

    Beijocas

    Margarida

    ResponderEliminar
  5. Tem muito bom aspecto esse pão! E a junção de trigo sarraceno é muito interessante porque é um cereal bastante nutritivo :)
    Por acaso ainda não experimentei fazer pão sem gluten, porque geralmente faço refeições com cereais variados, e não dependo exclusivamente de trigo, e por isso reservo-o normalmente para o pão. Mas é uma ótima sugestão para começar!

    ResponderEliminar
  6. estamos sempre a aprender,
    obrigada pela informação!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá sarinha

    Este pãozinho está a chamar por mim! :)
    Adoro pão escuro, com sementes ou sem elas compro sempre,mas acho que
    vou começar a fazer o meu! deixaste-me a pensar seriamente,o teu está
    maravilhoso!!
    Tudo o que aqui colocas é maravilhoso!!! :)

    um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. que bom q te inspirei a fazeres o teu próprio pão :)
      assim que começares n vais querer parar.
      obrigado pelo carinho

      bj

      Eliminar
  8. Ficou perfeito Sara :)
    O teu pão está lindo, esse miolo de cor invejável.
    Adoro essa farinha, e já usei em pães e focaccias e fica deliciosa.
    Tenho o grão também em casa e só me falta provar os soba noodles!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. O que posso usar para substituir o ovo nesta receita?

    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)

      nunca fiz sem ovo, mas pode experimentar usar iogurte de soja natural (mais ou menos metade de 1 iogurte) ou então sementes de linhaça. Deixe de molho durante a noite 1 colher de sopa de linhaça com 3 colheres de sopa de água. Utiliza aquela espécie de goma que resulta.
      Espero ter ajudado.

      bjinhos

      Sara

      Eliminar
  10. Olá Sara descobri agora com 39 anos que sou intolerante ao glúten e à lactose e então ando a pesquisar receitas para fazer este pão parece muito bom,mas onde se compra trigo serraceno?Obrigada.
    Aida Escudero

    ResponderEliminar
  11. Olá Aida

    este pão é realmente muito bom, como lhe digo, dos melhores e mais fáceis que fiz sem glúten. Pode encontrar farinha de trigo sarraceno em lojas de produtos naturais. Se tiver alguma dificuldade pode enviar-me email.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Olá boa noite, adorei esta sugestão.
    Tenho reduzido nos alimentos com glúten e estou a gostar muito das receitas da Sara :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este pão é ideal para se iniciar nos pães sem glutén

      Um grande beijinho

      Sara

      Eliminar
  13. Olá! Como a mistura de farinhas sem gluten é tão cara, acha que esta receita ficaria bem se a substítuisse por farinha de milho, quinoa ou amaranto?
    Origada,
    Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá Joana, experimente misturar amido de milho, farinha de mandioca e quinoa. mas se puder adquirir a mistura de farinhas era o ideal. penso q já existem marcas brancas a comercializar.

      beijinhos

      sara

      Eliminar
  14. Olá Sara. Parabéns pelo teu blog e pela óptima receita de pão sem glúten. Parece-me deliciosa e estou ansiosa por experimentar.
    Só tenho uma dúvida: A medida de mistura de farinha sem glúten e de trigo sarraceno é igual? É que na 1ª está "uma chávena de chá" e na segundo só está "uma chávena". Agradecia o esclarecimento para poder fazer esta receita rapidamente, pois já estou com água na boa. ;)
    Boas aventuras culinárias!
    Cristina

    ResponderEliminar
  15. Olá Cristina,

    que bom que gostou!
    Ambas são chávenas de chá, das medidas americanas, ou seja 250 ml.
    Espero ter ajudado.

    bj

    Sara

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,

      Obrigada pela ajuda. Vou agora mesmo fazer a receita. Depois digo-te se o meu piratinha (4 anos) aprova. ;)

      Bj
      Cris

      Eliminar
  16. Olá, gostei muito de visitar este blog é uma boa ajuda para quem como eu, se está a iniciar ná área dos produtos sem gluten. Lamento é que os produtos como a farinha de trigo serraceno, quinoa e outros sejam muito caros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado :) tento sempre colocar receitas que possam ser consumidas por doentes celíacos.
      Realmente os produtos n têm preços muito acessíveis, mas também alguns têm IVA de 6% por isso pode apresentar a factura no seu IRS :)

      bj

      Eliminar
  17. Olá boa tarde,

    Soube relativamente à pouco tempo que sou intolerante ao gluten, lactose, carnes, arroz, batatas, entre outros. Acontece que os produtos são caros e o pão é dos poucos que podemos fazer em casa. Experimentei uma receita no forno, mas abateu no meio... mas ficou saboroso.
    Gostaria de experimentar a receita de trigo sarraceno, mas a chávena de chá de 250ml representa quanto em gramas?
    Obrigada pela atenção.

    ResponderEliminar
  18. Olá, boa tarde.
    Gostei muito do artigo e irei ver melhor o blogue.
    Este pão tem um aspecto saborosíssimo!
    Faço pão em casa à mão, com uma mistura de Mix Pan (amido de milho, farinha de arroz e proteína de tremoço), misturo-lhe também ou trigo espelta, ou outras vezes, fécula de mandioca.
    Fiquei intrigada com a sua receita (que vou experimentar), pois reparei que não dá o tempo de levedação, eu dou entre 30 a 45 min, aliás é recomendado na receita. Reparo que a massa fica elástica e fôfa e aumenta no seu volume.

    O seu pão não leva o tempo de fermentação? Se me puder responder, agradeço-lhe.
    A sua receita, parece-me óptima, mas vou substituir o óleo por azeite.
    Boas Festas :o}

    ResponderEliminar
  19. Olá :)
    este pão não leveda- É mesmo muito simples. É só fazer a massa e levar ao forno. :)
    Boas festas!

    ResponderEliminar
  20. Olá! Se eu quisesse preparar em casa a mistura de farinhas, quais seriam elas e quais seriam as medidas? Desde já, obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Partilho esta receita experimentada e feita manualmente, não dá trabalho:
      Farinha de Espelta 200gr; Trigo Sarraceno 200 e Farinha de Kamut 100gr; fermento de padeiro fresco (sem glúten) 50 gr; água q.b.
      O trigo sarraceno não tem glúten ( o espelta e o kamut tem mínimo). Eu sou alérgica ao trigo moderno, o trigo anão, duro, mas sou NADA alérgica a estas 3 farinhas! Para quem goste!
      :o}

      Eliminar
    2. P.s. faltou dizer de que leveda 1 h

      Eliminar
    3. Mto obrigado por partilhares a tua receita :D
      beijihos

      Eliminar
  21. Olá

    a minha mistura já foi comprada, e sinceramente só sei que tinha amido de milho, farinha de arroz, goma guar e farinha de tapioca, mas as quantidades de cada n sei :/
    beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Olá Boa Tarde, Fiquei encantada com o seu blog e com as suas receitas. Parabéns!!!
    Quanto a este pão tenho uma dúvida. Qual o tipo de fermento que usa?

    Beijinho
    Inês

    ResponderEliminar

LinkWithin

”related